Banner rotativo

Essa foi a 13ª vez que o Brasil garantiu o título do Sul- Americano.

A seleção feminina de Rugby conquistou o título do Sul-americano da modalidade, que foi realizado em Montevidéu. O Brasil venceu a competição invicta ao vencer todos os seus adversários: Peru, Costa Rica, Chile, Uruguai, Paraguai e Argentina.



As Yaras começaram o campeonato enfrentando o Peru e com 6 tries, 3 em cada tempo. O Brasil fechou o placar com vitória de 34 x 00. Na sexta-feira, 10, as meninas fizeram seu primeiro jogo na história contra a Costa Rica e asseguraram mais um bom resultado, vencendo as debutantes em 55 x 00. No terceiro jogo da seleção brasileira feminina, as Yaras fecharam a sexta-feira invictas, ao vencerem o Chile por 55 x 00.

No sábado, segundo dia de jogo, as brasileiras garantiram mais uma vitória. O time entrou com jovens atletas que encararam o Uruguai e fecharam o placar em 38 x 00. Em seguida foi a vez do time entrar em campo com as veteranas da seleção brasileira, para enfrentar o Paraguai e mais um resultado positivo para a seleção verde e amarela que venceu por 36 x 00.

O último jogo as Yaras, tiveram como rivais a forte Argentina. A partida não foi nada fácil, as meninas do Brasil começaram o jogo perdendo, mas sem desistir correram atrás e conseguiram reverter o placar. A partida encerrou com vitória para as brasileiras em 22×12 e que deu também o título do Sul- Americano para a seleção verde e amarela.

Com a vitória, o Brasil assegurou a vaga na Copa do Mundo de 2018, que será realizada em Julho, em São Francisco- Estados Unidos. Brasil e Argentina ainda serão os representantes sul- americanos que disputarão o Hong Kong Sevens em abril, do ano que vem, valendo a vaga para à elite da Série Mundial de Sevens temporada 2018-19.

Classificação final da competição: 1º Brasil, 2º Argentina, 3º Peru, 4º Paraguai, 5º Uruguai, 6º Chile, 7º Costa Rica.

Atletas que representaram o Brasil: Aline Ribeiro Furtado (USP), Beatriz Futuro Muhlbauer “Baby” (Niterói), Bianca dos Santos Silva (Leoas de Paraisópolis), Haline Leme Scatrut (CRC), Isadora Cerullo “Izzy” (Niterói), Leila de Cassia Silva (Leoas de Paraisópolis), Leticia Oliveira Martins “Tixa” (Bandeirantes), Luiza Gonzalez da Costa Campos (Leoas), Milena Batista Mariano Silva “Mile” (São José), Paula Harumi Ishibashi (SPAC), Rafaela de Conti Zanellato (CRC), Raquel Cristina Kochhann (Leoas de Paraisópolis)

O Brasil assegurou a vaga na Copa do Mundo de 2018 e no Hong Kong Sevens/ Foto: Pablo Quaranta