A brasileira perdeu na estreia de simples, mas se prepara para a disputa de duplas, nesta segunda, 3.

Está acontecendo em Plantation-Florida o Orange Bowl, tradicional torneio juvenil de tênis e que faz parte da Federação Internacional da modalidade. A competição deu início neste domingo 2 e segue até o dia 09 de dezembro.



Na edição de 2018, um novo nome brasileiro apareceu entre as participantes. Luana Freitas Avelar, 14 anos, uma jovem atleta natural de Patos de Minas e que aos pouco vem firmando seu nome entre as melhores do Brasil, na categoria 16 anos feminino simples. Atualmente ela ocupa a 13ª colocação do ranking nacional.

A tenista foi indicada pela Confederação brasileira de tênis (CBT) a disputar o Orange Bowl, devido o seu currículo e sua colocação no ranking. Luana Avelar, entrou na chave principal e fez sua estreia na competição neste domingo, 2, na disputa de simples, contra a americana Lina Mohamed. A brasileira acabou sendo derrotada por 2 sets a 0 (6/4, 6/1), mas fez um bom jogo e analisa de forma positiva sua estreia.

“Os torneios aqui são sem comparação. No momento não estou preocupada com a quantidade vitórias, porque vou e quero enfrentar meninas mais fortes mesmo. Assim, eu vou crescer muito e as vitórias virão com o tempo. Já é uma grande vitória pra mim entrar nesse torneio na chave principal e eu consegui jogar bem, dei meu máximo e isso que importa no momento. Ontem disputei o Casely International aqui e consegui chegar a uma final, que acabei perdendo no supertiebreak e fui vice-campeã”.

A sua participação na disputa de simples encerrou, mas nesta segunda, 3, a brasileira entra em ação pela disputa de duplas, ao lado da brasiliense Bruna Sampaio. As brasileiras ficam sabendo a adversária na noite deste domingo, no horário local da competição. 

CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DE LUANA AVELAR

A tenista iniciou seus passos na modalidade em um clube da cidade mineira, em seguida mudou para Brasília-DF e por dificuldades de horário entre os treinos e a escola, por decisão da atleta e de seus pais, a jovem atleta mudou no final deste ano para os Estados Unidos, onde realizará os seus treinamentos.  

“Desde que eu morava em Patos, eu já sabia que queria o tênis pra minha vida, então sempre procurava algo a mais. Eu acabei me mudando pra Brasília, mas cada vez foi ficando mais difícil por causa dos horários escolares, que não batiam com os treinos, nem torneios. A ideia de morar fora sempre esteve na minha cabeça e na dos meus pais, e isso foi apenas um fato que gerou essa nossa decisão. Acabei vindo para o Club Med esse ano, a convite da própria da academia, que me proporcionou uma boa oportunidade. Aqui a escola é junto com a academia, o que facilita o desenvolvimento no tênis sem prejudicar a escola”, disse a tenista patense.

Nos Estados Unidos a atleta já vive uma rotina com treinamentos intensos, na parte da manhã e à tarde, intercalados entre treino com bola e preparação física. Luana, está tendo a oportunidade de treinar com atletas de alto nível e de vários lugares do mundo. No momento a atleta não está na escola, por ter conseguido terminar o ano no Brasil, mas em janeiro da início aos estudos.   

SAIBA MAIS:

Tenista patense conquista prata na II etapa do Circuito Brasiliense

Luana Avelar terminou em 2º lugar no Casely International/ Foto: Reprodução instagram